18 avril 2008

Biblioteca Joanina

Biblioteca Joanina

                                         img03_1_

A Casa da Livraria, nome por que era conhecida a Biblioteca Joanina, recebeu os primeiros livros depois de 1750, sendo a construção do edifício datável en6tre os anos 1717, 1728.

A Biblioteca Joanina é uma das mais importantes bibliotecas nacionais.

Situada nas dependências da Universidade de Coimbra, no pátio da Faculdade de Direito de Coimbra, apresenta um estilo próprio, sendo reconhecida com uma das mais originais e espectaculares bibliotecas barrocas europeias.

Além de local de pesquisa de muitos estudiosos, o espaço é ainda frequentemente utilizado para concertos, exposições e outras manifestações culturais.

História

A sua construção começou no ano de 1717, no exterior do primitivo perímetro islâmico, sobre o antigo cárcere do Paço Real, com o objectivo de albergar a biblioteca universitária de Coimbra, e foi concluída em 1728.

Apesar de ter sido construída no seguimento do projecto régio de reforma dos estudos universitários, a Biblioteca Joanina é reconhecida como uma das mais originais e espectaculares bibliotecas barrocas europeias.

O edifício tem três andares e alberga cerca de 200.000 volumes, havendo no piso cerca de 40.000 volumes.

Estas colecções bibliográficas podem ser consultadas, bastando para isso fazer um pedido, justificando os motivos pelos quais se quer consultar, e o exemplar é levado para a Biblioteca Geral, por um funcionário, ficando aí à disposição do investigador. Estes cuidados prendem-se com o facto de estarmos perante livros antigos. Estas colecções datam dos séculos XVI, XVII e XVIII- que na sua maioria representam o que de melhor havia na Europa culta do tempo. Todos estes exemplares bibliográficos estão em boas condições porque o edifício é uma perfeita caixa – forte, proporcionando um ambiente perfeitamente estável, ao longo de todo o ano, seja Verão ou Inverno.

Como é do conhecido geral, os livros, além de terem como factor de degradação as diferenças de humanidade e temperatura, têm também um outro “inimigo”: os papirófagos insectos que se alimentam de papel. Neste edifício não há qualquer problema com, os insectos uma vez que as próprias estantes são feitas de madeira de carvalho, que  para além de ser extraordinariamente densa dificultando a penetração destes bichinhos.

Os livros contam ainda com mais um aliado neste combate diário pela conservação; com efeito, no interior deste templo de livros, habita uma colónia de morcegos, que durante a noite, se vai entretendo a comer insectos que por aqui aparecem. Mantendo, portanto, todos estes volumes livres do seu ataque. Naturalmente que a presença destes mamíferos requer um cuidado adicional para prevenir qualquer dano causado pelos objectos nas madeiras preciosas das magníficas mesas: todos os dias, ao fechar da biblioteca, o funcionário cobre os “bufets” (mesas) com umas toalhas de couro, e de manhã limpa a biblioteca.

Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_Joanina

http://www.7maravilhas.sapo.pt/imagens/mon15/img03.jpg

Informação disponibilizada pela Biblioteca da Universidade de Coimbra.

Posté par Maravillhas à 11:15 - - Commentaires [0] - Permalien [#]


Commentaires sur Biblioteca Joanina

Nouveau commentaire